Geral -
Curado da covid-19, Mourão se opõe a Bolsonaro e defende vacina
Termômetro da Política
Compartilhe:
Na primeira aparição após melhora da covid-19, Mourão mais uma vez se opôs a Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

Após 12 dias afastado do trabalho para se recuperar da covid-19, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta segunda-feira (11) a jornalistas que irá sim tomar a vacina contra a doença, seguindo os critérios do cronograma definido pelo Ministério da Saúde.

Questionado a respeito de sua posição sobre a vacinação, Mourão mais uma vez entrou em rota de colisão com as posições adotadas pelo presidente Jair Bolsonaro. “Eu acho que a vacina é para o país como um todo, é uma questão coletiva, não individual. O individuo aqui está subordinado ao coletivo, neste caso”, disse o vice-presidente.

Em seu perfil no Twitter, Mourão reconheceu o esforço de médicos e pesquisadores no enfrentamento à pandemia.

Compartilhe:
Palavras Chave
covid-19mourãovacina