Política -
Vereadores de João Pessoa iniciam trabalhos de forma itinerante
Termômetro da Política
Compartilhe:
Reunião entre parlamentares e equipe técnica definiu estratégias para trabalho itinerante (Foto: Olenildo Nascimento/CMJP)

Os vereadores de João Pessoa encontraram uma forma curiosa de iniciar os trabalhos legislativos, neste ano. Eles vão encampar agendas de rua, longe do plenário. A decisão foi tomada durante reunião da Mesa Diretora da Casa, na sexta-feira (29). As atividades preveem discussão da mobilidade urbana, saúde, educação, Barreira do Cabo Branco e ordenamento da Orla. Tudo in loco.

A primeira atividade está marcada para a terça-feira (2), no Parque Solon de Lucena. Os vereadores vão ao local para ouvir os usuários do transporte público. A ideia, de acordo com o presidente da Casa, Dinho Dowsley (Avante), é saber quais são as queixas e sugestões do cidadão para a melhoria dos serviços. A proposta é ouvir também os empresários e a prefeitura, em busca de soluções.

No dia seguinte, na quarta-feira (3), os vereadores vão aos postos de saúde e hospitais para saber como anda a vacinação contra a covid-19. O grupo vai colher informações, também, sobre o planejamento da Secretaria de Saúde para o combate à pandemia do novo Coronavírus. Já na quinta-feira (4), haverá visita às escolas para ver como está sendo feito o planejamento de retorno das aulas presenciais.

O presidente da Casa explicou que a agenda externa vai ocupar a pauta legislativa no momento em que o plenário da Câmara Municipal passa por reformas. O piso do espaço destinado às sessões está sendo trocado, por recomendação da Vigilância Sanitária. O antigo carpete está sendo trocado por paviflex, por causa dos riscos de contaminação em ambiente fechado.

Apesar da obra, toda a estrutura da Casa estará em funcionamento. O primeiro secretário da Câmara, Damásio Franca (Progressistas), revelou que o Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) já está disponível para receber todos os projetos e requerimentos que vão tramitar na Casa. A última reforma ocorrida no plenário ocorreu em 2008.

“A Vigilância Sanitária recomendou que fosse trocado o carpete do plenário. Esse serviço deve demorar umas duas semanas e enquanto isso, nós criamos uma agenda positiva em que os vereadores irão in loco escutar os problemas da cidade, como por exemplo a mobilidade urbana, a Barreira de Cabo Branco e a Saúde”, explicou.

De acordo Franca, nos dias reservados às sessões ordinárias (terças, quartas e quintas-feiras) os vereadores vão às ruas escutar as demandas da população para transformar em ações e o mais importante, para posteriormente levarem às respectivas secretarias, para reivindicarem as soluções.

Vamos formar equipes para, in loco, perguntar à população as principais demandas sobre cada tema tratado. Na primeira semana trabalharemos em caravana anotando tudo e juntamente com alguns secretários buscarmos a solução dos problemas”, comentou a primeira vice-presidente da Mesa Diretora, vereadora Eliza Virgínia (PP).

Fonte: CMJP

Compartilhe:
Palavras Chave
cmjpitinerante