Geral -
Setembro Amarelo: saiba como ter acesso a serviços gratuitos de atendimento psicológico na Paraíba
Grace Vasconcelos - sob supervisão de Felipe Gesteira
Compartilhe:
Setembro Amarelo reúne entidades para discutir durante todo o mês a importância dos cuidados com a saúde mental (Foto: Gemma Hotchkiss/Flickr)

Setembro chegou e com ele a campanha “Setembro Amarelo”, que é uma iniciativa que discute saúde mental e combate o suícidio. Falar e procurar ajuda é a melhor solução, por isso mapeamos os serviços psicológicos das cidades de João Pessoa e Campina Grande, e os atendimentos que podem ser realizados de forma remota.

Distribuídas pelo estado, as opções gratuitas para atendimento psicológico se concentram, principalmente, nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), mas também existem as residências terapêuticas, unidades de acolhimento e leitos em hospitais. A maioria dos serviços atendem por demanda espontânea, ou seja, basta ir até o local.

Centro de Atenção Psicossocial (Caps)

Em João Pessoa, existem quatro Centros de Atenção Psicossocial, conhecidos como Caps, onde a família ou o paciente podem procurar o serviço ou ser encaminhado por uma Unidade de Saúde da Família. É um espaço onde o usuário não fica internado, ele volta para casa todos os dias. A prefeitura explica que foram aplicadas estratégias de fortalecimento da linha de cuidados, utilizando oficinas virtuais, conversas telefônicas e diálogo com familiares.

Veja também
Artistas sustentam fama na cena musical pessoense apesar do histórico de violência contra as mulheres

Em Campina Grande são oito Caps, que atendem pessoas que sofrem com vício em álcool e outras drogas, que necessitam de atendimento psicológico, e crianças e adolescentes que fazem uso excessivo de drogas ou possuem problemas psíquicos.

Pronto Atendimento em Saúde Mental (PASM)

O PASM atende demandas graves e urgentes de crise aguda, com funcionamento de 24h, e é localizado ao lado do Ortotrauma de Mangabeira, em João Pessoa. Quando a crise é estabilizada, o paciente é encaminhado para outros serviços para continuar o atendimento, como os Caps, Policlínicas e Hospital Juliano Moreira.

Unidade de Acolhimento Infantil (UAI)

A unidade recebe crianças e adolescentes, de 3 a 18 anos, que apresentam transtornos psicóticos, neuróticos e fazem uso abusivo de álcool e outras drogas. Os pacientes são encaminhados pelo Caps I, de João Pessoa, são acolhidos durante seis meses e não param de frequentar as aulas durante o período. O local oferece espaço para participar de grupos terapêuticos, atendimentos individuais, oficinas de arte, esportes, oficina de redução de danos e passeios.

Centros de Práticas Integrativas e Complementares de Saúde (CPICS)

Os centros oferecem atividades terapêuticas, como acupuntura, osteopatia, reiki, floral, rodas de saberes, Tai Chi Chuan, meditação e relaxamento, sendo individuais ou em grupo. As terapias acontecem em ambientes arejados, abertos e com número limitado para cumprir com o distanciamento social. As práticas são oferecidas no Equilíbrio do Ser, no bairro dos Bancários, e no Canto da Harmonia, no Valentina de Figueiredo.

O usuário precisa se dirigir diretamente ao Centro ou procurar uma Unidade Básica de Saúde da Família (USF), portando RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência. Para ter acesso ao atendimento, o usuário passa primeiro por uma escuta com terapeuta e será encaminhado para as terapias mais indicadas.

Os telefones para contato são 3214.2921 (Equilíbrio do Ser) e 3218.5873 (Centro Canto da Harmonia).

Clínica-Escola de Psicologia da UFPB

A clínica realiza avaliação e atendimento psicológico para a comunidade universitária e comunidade em geral. O serviço está sendo realizado de forma remota, através do WhatsApp ou Google Meet, por conta da pandemia de covid-19. Os atendimentos estão sendo realizados entre às 8h e 19h, de segunda a sexta, por ordem de chegada e urgência.

As inscrições devem ser realizadas pelo email: [email protected]. Deverão incluir os seguintes dados: Nome; Idade; Profissão; Renda familiar; Endereço; Contato telefônico; E-mail; Tipo de serviço que busca; Motivo da Solicitação do Atendimento.

Plantão Psicológico On-line

O atendimento é realizado em casos urgentes, funcionando por ordem de chegada às quartas-feiras, no horário das 14h. A equipe trabalha com 12 atendimentos por dia e cada paciente recebe um atendimento individual, que terá direito até três encontros, sendo uma consulta e dois retornos. O atendimento é realizado online, através do Google Meet.

O plantão é oferecido pelo Núcleo de Atendimento e Escuta Psicológica (NAEPSI), um projeto de extensão da UFPB.

Centro de Valorização à Vida (CVV)

O CVV oferece apoio emocional e atua prevenindo o suícidio, atendendo de forma voluntária e gratuita. O contato pode ser feito através do telefone (188), e-mail ou pelo chat disponível no site oficial.

Mais informações sobre os Caps, PASM e UAI de João Pessoa

CAPS CAMINHAR – Localização: Rua Paulino dos Santos Coelho, s/n, Jardim Cidade Universitária

Telefone: 3218-7008

Horário: 24h

CAPS GUTEMBERG BOTELHO – Localização: Avenida Minas Gerais, 409, Bairro dos Estados

Telefone: 3211-6700

Horário: 24h

CAPS AD – DAVID CAPISTRANO – Localização: Rua José Soares, s/n, Rangel

Telefone: 3218-5244

Horário: 24h

CAPS I – INFANTO JUVENIL CIRANDAR – Localização: Rua Gouveia Nóbrega, s/n, Roger

Telefone: 3214-6079

Horário: segunda a sexta, das 8h às 17h

PRONTO ATENDIMENTO EM SAÚDE MENTAL (PASM) – Localização: Rua Agente Fiscal José Costa Duarte, s/n, Mangabeira II, (anexo ao Ortotrauma)

Telefone: 3218-972

Horário: 24h

UNIDADE DE ACOLHIMENTO INFANTIL (UAI)

Telefone: 3214-2724

Com informações das Prefeituras de João Pessoa e Campina Grande, Governo da Paraíba e Universidade Federal da Paraíba.

Compartilhe: