Política -
Pollyanna volta ao plenário da ALPB e faz alerta para prevenção do câncer de mama
Termômetro da Política
Compartilhe:
Deputada Pollyanna Dutra tomou a segunda dose da vacina contra covid-19 na última sexta-feira (Foto: Divulgação)

“Como mulher, não posso vir à Tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba neste mês e falar sobre outro assunto que não seja o ‘Outubro Rosa’. Volto a este plenário com muita honra, após mais de um ano e sete meses distante, para destacar a importância de alertarmos e lutarmos pelas vidas das nossas mulheres”. Com essas palavras, a deputada Pollyanna Dutra (PSB) abriu seu discurso de volta ao plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba. A parlamentar tomou a segunda dose da vacina contra a covid-19 na última sexta-feira (15), o que permitiu sua volta, segundo a Resolução da ALPB, nesta terça-feira (19).

Conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se 1.120 novos casos de câncer de mama na Paraíba somente no ano de 2021. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), 186 mulheres já morreram em 2021 devido ao câncer de mama. Entre 2019 e 2020, foram registrados 603 óbitos para o câncer de mama na Paraíba, sendo 308 óbitos registrados em 2019 e 295 em 2020. Outro dado alarmante diz respeito à realização de mamografias. Conforme a SES-PB, entre os anos de 2019 e 2020, foram realizadas 8.300 mamografias (sendo 4800 em 2019 e 3500 em 2020). Em 2021, por sua vez, apenas 2.000 mamografias foram realizadas, uma queda de mais de 50% em relação aos anos anteriores, reflexo da pandemia da covid-19.

Veja também
ADUFPB questiona volta de professores universitários sem vacinação obrigatória

Apesar destacar os intensos trabalhos remotos realizados durante quase dois anos de pandemia, Pollyanna Dutra reiterou que não é momento de relaxar, mas sim de voltar o olhar para as questões que foram negligenciadas nesse período, a exemplo da diminuição do rastreamento dos casos de câncer de mama. “Enfrentamos diversos problemas durante essa pandemia, que chegam muito perto de nós, desigualdades que afastaram as pessoas dos seus direitos. Um dos problemas que destacamos é a negligência quanto ao tratamento do câncer. Por medo, alguns pacientes interromperam seus tratamentos ou, pelo difícil acesso, não fizeram o rastreio da doença, visto que os hospitais estavam focados na pandemia. Com isso, agora muitos chegam ao serviço em fase agressiva da doença, muitas vezes em fase terminal”, alertou.

Para Pollyanna Dutra, esse alerta é mais do que necessário: é urgente, sobretudo observando as chances de cura após um diagnóstico precoce. “Voltamos para a Casa com esse alerta às nossas mulheres para que façam o diagnóstico e iniciem o tratamento o quanto antes. Se for diagnosticado precocemente, o câncer de mama tem mais de 90% de chance de cura. Não podemos perder nossas mulheres, nossas jovens, nossas mães, para esse mal que assola a saúde das mulheres. Fica o alerta às mulheres do nosso estado para que se cuidem”, arrematou a parlamentar.

Serviços de prevenção na Paraíba

A deputada reiterou, ainda, que, na Paraíba, o Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC) é o Serviço de Referência Estadual para o diagnóstico precoce do câncer de mama e colo uterino. Em um único local, a mulher tem a oportunidade de realizar todos os exames para o diagnóstico. O CEDC fica localizado na Av. Duarte da Silveira, 590 – Centro, João Pessoa.

Fonte: Assessoria de imprensa da deputada Pollyanna Dutra

Compartilhe:
Palavras-chave
alpbpollyanna