Política -
No Dia Internacional da Mulher, Pollyanna diz que data não é de festa, mas de resistência
Termômetro da Política
Compartilhe:
Parlamentar destacou episódio de machismo e misoginia envolvendo as mulheres ucranianas e o deputado Arthur do Val (Foto: Divulgação)

A deputada estadual Pollyanna Dutra (PSB), em discurso na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, destacou a importância das lutas das mulheres ao longo do tempo. Para a parlamentar, contudo, o dia não é de festa, mas de resistência. Ela destacou o recente episódio envolvendo machismo e misoginia por parte do deputado estadual de São Paulo, Arthur do Val (Podemos), contra as mulheres ucranianas. “Esse episódio nos mostra que a estrada a ser percorrida não é apenas longa, mas sinuosa. Não há um só dia de descanso”, declarou a parlamentar.

Pollyanna Dutra relembrou a conquista do direito ao voto feminino, que completou 90 anos em 2022 e que, conforme a parlamentar, trouxe uma reparação histórica para as mulheres. “Essa conquista do direito feminino ao voto, noventa anos atrás, cumpriu o objetivo de fazer uma reparação de uma dívida histórica e permitiu que pudéssemos fortalecer ainda mais a nossa democracia ao longo dos anos. Após conquistar o direito ao voto, avançamos muitas outras casas, ocupando novos espaços que nos foram negados muitas vezes ao longo do tempo. Se hoje ocupo espaço nesta tribuna é porque mulheres corajosas abriram caminho para que eu e tantas outras possamos estar aqui defendendo bandeiras em benefício do nosso povo”, destacou Pollyanna Dutra.

Veja também
Brasil registra 78ª posição em ranking da igualdade de gênero

A parlamentar ainda destacou a baixa representatividade feminina na política, reiterando que esse espaço carece de mais mulheres para um efetivo exercício democrático do direito de todos e todas. Dutra ainda ressaltou a importância da mulher do dia a dia, colocando-as como modelo de inspiração. “Que possamos nos inspirar na força da mulher sertaneja e na coragem de todas as paraibanas simples, donas de casa, domésticas, advogadas, professoras e tantas outras mulheres, para não desistir de trabalhar pela construção de um futuro digno, educando nossos filhos com honestidade e dignidade, e para buscar um mundo mais justo e igualitário para todas e todos”, finalizou.

Fonte: Assessoria de imprensa da deputada Pollyanna Dutra

Compartilhe:
Palavras-chave
8 de marçopollyanna