Eleições -
Debate no Sertão: João ressalta investimentos de R$ 2,3 bilhões na região
Termômetro da Política
Compartilhe:
João buscou tom propositivo e lançou a proposta de construção do Trauma do Sertão (Foto: Divulgação)

Foram mais de R$ 2,3 bilhões investidos no Sertão paraibano desde 2019. Foi com essa afirmação que o governador e candidato à reeleição João Azevêdo (PSB) marcou sua participação no debate da TV Diário do Sertão, na noite dessa quinta-feira (8). Mostrando o que já transformou na Paraíba, João buscou um tom propositivo e lançou a proposta de construção do Trauma do Sertão.

“Detalhar aqui os R$ 2,3 bilhões que o Estado investiu no Sertão. Além de que já são mais de R$ 10 bilhões sendo investidos aqui na região, nas energias renováveis, tanto eólica quanto solar. Esses empreendimentos chegam à Paraíba porque aqui nós temos um ambiente propício para que isso ocorra. É importante entender que temos, e estamos criando um ambiente propício de segurança jurídica e econômica no estado para atração de novas empresas”, afirmou João.

Veja também
Ex-secretário de Polícia Civil e candidato a deputado com apoio de Bolsonaro é preso em operação no Rio

O governador destacou que quando assumiu era pouco mais de 20 escolas técnicas, e hoje já são 150 escolas técnicas no estado. Além disso, implantou mais da metade dos Restaurantes Populares do estado e banca atualmente o PAA Leite. “Implantamos o Primeira Chance, que oferece a possibilidade do estudante sair da escola direto para uma experiência de trabalho. Seguiremos investindo, principalmente, aqui no Sertão, nas áreas que são receptivas às potencialidades da região, seja na agricultura, nas Várzeas de Souza, com as águas do São Francisco. Abrimos leitos de UTI e mais de 150 enfermarias no Sertão, tratamentos de quimioterapia realizados em Patos, ampliando o Hospital do Bem. E mais, vamos construir o Hospital de Clínica e Traumatologia de Patos, um Trauma do Sertão, que vai ser um hospital de referência para a região. Fizemos estradas na região, temos também o Tá na Mesa, são investimentos em vários setores que mudam para melhor a vida dos paraibanos”, disse.

João destacou que o Opera Paraíba serviu de exemplo para o candidato e ex-presidente Lula (PT) criar o Opera Brasil, com o mesmo objetivo de realizar cirurgias beneficiando o povo brasileiro. “O futuro presidente da república Lula lançou hoje um programa baseado no programa Opera Paraíba, dizendo que fará o Opera Brasil, para realizar cirurgias eletivas e eu fico muito feliz que nosso programa, que já realizou mais de 30 mil cirurgias, tenha sido base para esse programa nacional de Lula”, ressaltou o candidato da coligação ‘Juntos pela Paraíba’.

“Agradecer a todos que nos acompanharam. Todo o povo do Sertão sabe do respeito que nosso governo tem pelo Sertão. Gostaria de pedir desculpas ao povo do meu Sertão, perdemos muito tempo com agressões e para restabelecer a verdade. Mas sabemos muito bem que as propostas são o que vencem, assim como temos. Espero que realmente fique claro para quem não tem proposta que a tentativa de agressão não vai funcionar. Tenho certeza absoluta que a Paraíba vai continuar avançando e não vai se aventurar. É João 40, 400 de Pollyanna e 13 do presidente Lula”, finalizou João.

Fonte: Assessoria de imprensa do PSB-PB

Compartilhe: