Geral -
Prefeitura de João Pessoa realiza mutirão para cadastramento de famílias no programa Pão e Leite
Termômetro da Política
Compartilhe:
Inscrições acontecerão durante os dois dias em 29 pontos espalhados pela cidade, como Centros de Referência da Cidadania, ginásios de escolas municipais e serviços relacionados à assistência social de outras secretarias (Foto: Divulgação/PMJP)

A Prefeitura de João Pessoa realiza nesta terça (8) e quarta-feira (9) um grande mutirão de cadastramento de famílias para o programa ‘Pão e Leite’, executado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Podem se inscrever pessoas em vulnerabilidade social. Nessa primeira fase, a Prefeitura irá beneficiar 6 mil famílias.

As inscrições acontecerão durante os dois dias em 29 pontos espalhados pela cidade, como Centros de Referência da Cidadania (CRC), ginásios de escolas municipais e serviços relacionados à assistência social de outras secretarias, como os Centros de Referência da Assistência Social (Cras). Esses locais irão funcionar das 9h às 16h, inclusive no horário de almoço. Para conferir os endereços, basta acessar este link.

Para se cadastrar, a pessoa que for o/a chefe da família deve estar com o CadÚnico atualizado e apresentar documentos como Número de Identificação Social (NIS), RG, CPF, comprovante de residência dela e de seus dependentes. Se na casa também morar criança, deverão ser apresentados ainda as certidões de nascimento e os comprovantes de matrícula escolar.

Veja também
Mercado financeiro eleva novamente projeção da inflação no fim do Governo Bolsonaro

Após o cadastramento, equipes de assistentes sociais da Prefeitura irão fazer visitas às famílias para confirmar as informações cedidas. Caso passem a receber o benefício, as famílias serão acompanhadas periodicamente.

Benefício

Cada família receberá um cartão magnético onde serão depositados R$ 50 mensalmente. Com este cartão, elas poderão adquirir gêneros alimentícios nos estabelecimentos comerciais cadastrados junto ao programa. Cada unidade familiar poderá receber o benefício por um ano, prorrogável por mais cinco anos, caso seja comprovada a necessidade.

Caso a família não use o cartão por dois meses consecutivos, o mesmo será suspenso e reativado a partir de uma nova visita de assistentes sociais da administração municipal.

Para a secretária do Desenvolvimento Social, Norma Gouveia, o programa vem pra melhorar ainda mais o sistema de segurança alimentar da Capital. “A Prefeitura já realiza um vasto programa de segurança alimentar, com restaurantes populares e cozinhas comunitárias. Estamos dando continuidade a um trabalho de cuidado com as pessoas que mais precisam dos nossos serviços”, completou.

Mais informações sobre o programa, o telefone de contato é 3218-9187, da Diretoria de Inclusão Produtiva e Participação Popular (Dipop).

Fonte: PMJP

Compartilhe:
Palavras-chave
pmjp