Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Demagogia em tempos de pandemia
Compartilhe:
A mais recente a praticar tal modelo de demagogia em tempos de pandemia diante da opinião pública foi a senadora Daniella Ribeiro (PP).
Senadora Daniella Ribeiro defende ampliação do horário do comércio em João Pessoa (Foto: Divulgação/Assessoria)

O mundo virou do avesso desde que se instalou a pandemia de covid-19. A Paraíba registra quase 150 mil casos da doença, e mais de 3.300 pessoas morreram vítimas do novo coronavírus. Apesar de todas as recomendações sanitárias e medidas de enfrentamento ao vírus, há políticos que se aproveitam da crise para palpitar sem qualquer embasamento científico. Jogam para a plateia. Polemizam. Dialogam diretamente com a opinião de seu público, porém, expondo demais setores. A mais recente a praticar tal modelo de demagogia em tempos de pandemia foi a senadora Daniella Ribeiro (PP).

Leia também: Cartaxo edita decreto mais restritivo e proíbe aglomerações em bares e restaurantes

Por meio de sua assessoria de imprensa, a senadora “defende a ampliação do horário de funcionamento do comércio de João Pessoa durante as semanas que antecedem o Natal e Ano Novo como forma de evitar aglomeração durante as tradicionais compras de final de ano, e assim evitar mais casos de covid-19 na capital paraibana”. Em seguida, argumenta:

“Defendo a ampliação do horário porque seria uma forma de evitar aglomeração durante as compras. Embora saiba da alta de casos de covid-19 na capital e em todo o Estado, precisamos compreender que quanto menor o horário de funcionamento, mais pessoas irão fazer suas compras no mesmo horário, o que inevitavelmente vai provocar aglomeração e aumentar as chances de contrair a doença. A ampliação do horário do comércio, neste momento, vai garantir mais segurança”, declarou.

Demagogia e pandemia

A opinião da senadora é completamente baseada em achismo. Como se não bastasse, se opõe ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelas secretarias de Saúde do Estado e do Município, que têm atuado no enfrentamento à pandemia sempre com base nas recomendações sanitárias e nas estatísticas do avanço da doença na capital.

A própria senadora reconhece o aumento dos casos, porém, do alto de seu achismo, propõe ampliar o horário de funcionamento das lojas, como se isso resolvesse o problema.

Controle de aglomeração se faz com protocolo rígido de respeito às lotações recomendadas para cada espaço. Ampliar horário de funcionamento serve para colocar trabalhadores apinhados tarde da noite em transportes coletivos lotados. Quem já pegou ônibus perto do horário de fechamento dos shoppings sabe bem o que é a realidade dos vendedores.

A proposta de Daniella não protege a população da contaminação, expõe o trabalhador e ainda onera os empresários com o funcionamento estendido. Melhor seria aplicar inteligência para estabelecer horários diferenciados para comércio e demais setores, alterando assim os picos no trânsito e nas lojas.

Compartilhe: