Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Vitor Hugo desmente boato sobre ida de sua esposa para o PSL
Compartilhe:
Vitor Hugo assegura que sua esposa, Daniella Ronconi, permanecerá no DEM (Foto: Reprodução/Instagram/vitorcastelliano)

O prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo (DEM), desmentiu os boatos sobre a possível ida de sua esposa ao PSL para disputar o cargo de deputada estadual nas eleições de 2022.

A candidatura da advogada Daniella Ronconi (DEM) à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) é algo que se comenta nos bastidores da política paraibana desde que Vitor Hugo assumiu interinamente a prefeitura, porém com mais intensidade após ele ter alcançado a reeleição no ano passado. A tese de que o prefeito deixaria o cargo para o vice Mersinho Lucena (Republicanos) em 2022 e sairia ele mesmo candidato a deputado só beneficia o filho do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP).

O boato sobre a troca de partido de Daniella Ronconi surgiu após uma foto publicada por Vitor Hugo em seu perfil no Instagram. A imagem retrata um almoço com o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB) e o presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE), no restaurante Gulliver Mar, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa.

Vitor Hugo, Luciano Bivar e Julian Lemos (Foto: Reprodução/Instagram/vitorcastelliano)

“Em respeito ao companheiro e amigo, deputado federal Julian Lemos, aonde me convidou para almoçar, alegando que o presidente nacional, Luciano Bivar, estaria na cidade [João Pessoa] almoçando com ele, e gostaria de me apresentar”, alegou. Vitor Hugo fez elogios a Bivar, e revelou o assunto à mesa:

“O teor da conversa foi mais puxado para Brasília, em relação, principalmente, a umas dúvidas que eu tinha, se o presidente Jair Bolsonaro iria voltar para o partido [PSL]. Fora esse conteúdo de Brasília, nós não tocamos em nenhum momento em nada que se relacionasse à cidade de Cabedelo para 2022. Então essa história de filiar a primeira-dama [Daniella Ronconi] no PSL não existiu e não existirá, até porque a primeira-dama é presidente municipal do Democratas, onde é muito feliz e muito satisfeita no partido em que ela está”, disse Vitor Hugo.

Compartilhe: