Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Hugo Motta foi o único deputado paraibano a favor da privatização dos Correios
Compartilhe:
Hugo Motta deu o único voto paraibano favorável à privatização dos Correios (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Até os parlamentares paraibanos que costumam ser mais alinhados ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pularam fora da barca na votação da privatização dos Correios. A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (5), por 286 votos a 173, o texto-base do Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo, que autoriza a privatização da estatal, e somente um deputado paraibano votou a favor: Hugo Motta (Republicanos-PB).

Veja também
Terceira via na Paraíba pode trazer a força de Lula como cabo eleitoral

De acordo com o portal da Câmara dos Deputados que registra a votação dos parlamentares, sete deputados paraibanos se abstiveram: Aguinaldo Ribeiro (PP), Efraim Filho (DEM), Julian Lemos (PSL), Leonardo Gadelha (PSC), Ruy Carneiro (PSDB), Wellington Roberto (PL) e Wilson Santiago.

Portal da Câmara dos Deputados registra a votação dos deputados paraibanos (Imagem: Reprodução/Câmara dos Deputados)

Votaram contra a privatização dos Correios os paraibanos Damião Feliciano (PDT), Edna Henrique (PSDB), Frei Anastácio (PT) e Gervásio Maia (PSB).

Compartilhe: