Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Terceira via na Paraíba pode trazer a força de Lula como cabo eleitoral
Compartilhe:
Vice-presidente do Senado Federal, Veneziano pode surpreender como candidato de Lula ao Governo da Paraíba (Foto: Reprodução/Instagram)

O cenário para a disputa presidencial em 2022 está posto e muito bem polarizado entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tentará a reeleição, e o ex-presidente Lula (PT), que aparece em todas as pesquisas de intenção de voto bem à frente do atual ocupante do Palácio do Planalto. É possível que surja uma terceira via, no entanto, nenhuma pré-candidatura até agora mostrou força para enfrentar os dois principais postulantes ao cargo de presidente.

Na Paraíba, apenas dois se colocaram como pré-candidatos: João Azevêdo (Cidadania), evidentemente, à reeleição, e Romero Rodrigues (PSD), indicado pelo grupo Cunha Lima. O candidato de oposição ao governador terá o apoio do presidente Jair Bolsonaro. Romero não esconde que é bolsonarista, anda pra lá e pra cá com camisa da Seleção Brasileira e deve atrair o eleitorado conservador, junto com os demais simpatizantes da extrema-direita.

Veja também
O sacrifício de Romero e o fisiologismo do grupo Cunha Lima

João tem tudo para receber o apoio de Lula. Apesar de ser um político de centro, não flerta com o bolsonarismo, mesmo tendo bolsonaristas como Aguinaldo Ribeiro (PP) e Efraim Filho (DEM) por perto.

Nos bastidores, há indícios de que em vez de apoiar uma das candidaturas postas na Paraíba, Lula tenha sua própria chapa majoritária, bem à esquerda.

Ricardo Coutinho (PSB) já vem em clima de namoro e deve voltar ao PT. Mesmo não sendo uma unanimidade no partido, recebeu o apoio de 113 integrantes que assinaram manifesto, dentre eles o presidente estadual Jackson Macêdo.

Outro que deve voltar a compor chapa com o PT é o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV). Até bem pouco tempo se especulava que Cartaxo sairia candidato a deputado estadual. A movimentação dele nesta semana, em Brasília, mostra caminho para disputa majoritária, não se sabe se candidato a senador ou vice-governador.

A surpresa pode ficar por conta do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB). O que se comenta nos bastidores é que o atual vice-presidente do Senado Federal poderá encabeçar a chapa da esquerda e ser o candidato de Lula na Paraíba, com Cartaxo de vice e Ricardo para o Senado.

Compartilhe: