Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre política. É editor no Termômetro da Política e autor de Emagreça bebendo cerveja. Twitter: @gesteira.
500 mil mortes
Compartilhe:
(Foto: Alex Pazuello/Prefeitura de Manaus)

O Brasil atingiu a trágica marca de 500 mil mortos pela covid-19.

É muito mais que um genocídio. Ainda mais grave se considerarmos que muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas.

São vítimas fatais de um governo criminoso, que resolveu fazer bravatas em vez de trabalhar para proteger o povo brasileiro.

A lerdeza de Bolsonaro na compra de vacinas empurrou o país para a morte.

Triste história do povo que elegeu um preguiçoso como presidente.

O Brasil está mergulhado na crise econômica e no desastre de uma pandemia que foi potencializada pela má gestão.

O maior culpado dessa tragédia é Jair Bolsonaro.

Texto publicado originalmente em áudio na coluna deste mesmo autor no Podcast 40 Graus. Também disponível no Spotify e Deezer.

Compartilhe: